CNH Social: Habilitação Popular



Hoje, ter uma CNH (Carteira Nacional de Habilitação) não é mais uma questão de luxo e sim necessidade, pois acabou se tornando um requisito para muitas vagas de emprego. Mas, como você mesmo sabe, ela é cara e a cada ano o seu valor aumenta uma vez que, é necessário pagar taxas do Detran e ainda os valores da Autoescola, Prova e outros tipos de exames obrigatórios. O Governo facilitou a vida de milhares de cidadãos ao criar o programa CNH Popular ou como também é conhecido CNH Social que tem, como objetivo, auxiliar aqueles que não têm condições financeiras para pagar todo o processo de retirada da carteira.

CNH Social - Habilitação Popular

CNH Social – Habilitação Popular

Como todo programa, o CNH Social 2017 possui regras. E, para saber quais são os requisitos e quem pode se candidatar é só continuar comigo na leitura deste artigo. Vamos lá?

CNH Social: Quem tem Direito e Requisitos

Para quem precisa tirar a CNH e está com dificuldades financeiras para arcar com os custos do processo pode contar com esse importante programa que o Governo disponibiliza. Para isso, o cidadão precisa se enquadrar em pelo menos um dos requisitos listados abaixo:

  • O candidato deve ser beneficiário do programa Bolsa Família;
  • Estar desempregado, no mínimo, 1 ano devidamente comprovado;
  • Ser portador de alguma deficiência física;
  • Ser ex-presidiário;
  • Nunca ter trabalhado com carteira assinada ou a mesma já ter sido expedida há mais de 1 ano e o candidato não ter trabalhado neste período;
  • Estar matriculado em escola da rede pública de ensino e ainda comprovar que possui bom desempenho curricular, principalmente, no ano anterior ao da inscrição nesse programa;
  • Ser um Segurado Social como, por exemplo, pequeno agricultor rural, cuja receita bruta familiar é de no máximo 2 salários mínimos;
  • E, de modo geral, candidatos que recebem até 2 salários mínimos ou o mesmo ser o valor de sua renda familiar.

* Para provar que o candidato se enquadra em alguma das categorias acima, é necessário que o mesmo já tenha feito cadastro no PIS, comprovando assim a sua situação laboral com a carteira assinada.

Como se inscrever no CNH Social

Se você se enquadra em algum ou alguns dos requisitos apresentados no tópico anterior deverá se deslocar até uma agência do Detran ou mesmo consultar o site do órgão para verificar se, no seu estado, o programa é realizado.

Para quem reside nos estados do Espírito Santo e Pernambuco já podem consultar o site do Detran e verificar se há alguma informação sobre a abertura de inscrições. Quando o processo de seleção é aberto, o site do Detran já disponibiliza todas as informações necessárias.

Para tanto, o órgão disponibiliza uma página exclusiva, em seu site, para o programa. É importante lembrar que a inscrição no processo é gratuita e, após a sua realização você deverá acompanhar, com frequência, para saber as datas sobre o resultado da seleção e outras informações importantes que podem ser disponibilizadas pelo Detran.

Vagas para a CNH Social

O número dependerá de cada estado. Mas, de acordo com as últimas edições, as vagas oferecidas foram em cerca de 6 a 7 mil, ou seja, muitas pessoas foram beneficiadas com este importante programa. Desta forma, a CNH Social é um incentivo a diversos trabalhadores a conseguirem maiores chances de trabalho no mercado ou mesmo começarem o seu próprio negócio. Assim, esse programa é importante tanto para os jovens como para adultos.

Vale lembrar que o CNH Social é valido para a primeira habilitação e também a troca de categoria. Em outras palavras, você realiza o seu sonho de se habilitar para pilotar moto e/ou dirigir carro, van, caminhonete, micro ônibus e até carretas.

E, para fechar, se você mora em uma cidade ou região que possui o SEST/SENAT também poderá acessar o site do órgão para verificar se há a disponibilização do programa, pois em algumas cidades como, por exemplo, nos estados da Bahia, Rio de Janeiro, São Paulo e Goiás as inscrições são realizadas através dele.

Aproveite e compartilhe agora este artigo nas suas redes sociais e divulgue para os seus amigos.

Avalie este artigo